As idiotices de Gustavo Mavie e o seu jornal ESTRELA!

O jornal é recente. Já vai a três edições. Portanto, é um bebé apenas de 3 semanas.A primeira edição estava recheada de figuras frelimistas. Até tive (tenho) a impressão que o tal ESTRELA (nome esquisito para um jornal) fosse propriedade dos camaradas. Gustavo Mavie é que é editor. Andava por ai a dar uma de analista político, depois que foi corrido da AIM por roubo.
De certeza andava desempregado e frustrado. Tantos anos a escovar o partido Frelimo e nada. Saiu da AIM pela porta do fundos. Foi pontapeado. Ficou lá o seu sequaz Paul Fauvet.
O tal ESTRELA tem capacidade de tiragem de 1000 exemplares, mas a última edição teve direito a 2500 exemplares, porque vendeu muito. Com razão, havia uma notícia sobre Nini Satar. Gustavo Mavie, usando o pseudónimo de um tal de Michael Robinson que escreve a partir de Londres, associa o meu nome aos raptos.
Qualquer pessoa de inteligência média consegue perceber o que Gustavo Mavie pretende: ganhar alguma notoriedade depois do pontapé na bunda que levou dos seus compinchas da Frelimo. Quer dizer, quer fazer do ESTRELA um trampolim para, mais uma vez, comer os restos que caem da mesa farta do poder.
Primeiro, o artigo não cita fontes credíveis.Não sou jornalista, mas percebo que não houve nenhuma investigação. Gustavo Mavie, pelos anos que tem como jornalista, até nem podia publicar um artigo similar. Até começo a duvidar do seu profissionalismo. Enganou-nos por tanto tempo. E eu que pensava que ele era jornalista!!!
No referido artigo em questão, Gustavo Mavie diz que os raptores ganharam cerca de 500 milhões de dólares . Todos sabemos que não houve 100 raptos até agora. Mesmo que tivesse havido, o Gustavo Mavie, ou Michael Robinson que e mesma pessoa, quer nos garantir que se paga cinco milhões de dólares de resgate? Qual é a fonte? Que contas são as do Michael Robinson?
Por outro lado, diz o idiota do Gustavo Mavie, ou Michael Robinson, que o Momade Bashir Suleimane (MBS) pagou 10 milhões de dólares de resgate. Nas primeiras negociações com os raptores falava-se de 20 milhões. Todo moçambicano ouviu MBS, depois do seu resgate, quando disse que não pagou nenhum tostão. A comunicação social difundiu isso. Agora donde nasce esta nova versão de Gustavo Mavie?
E mais adiante, nessas suas fabricações, diz que Nini Satar foi despronunciado num processo de raptos. Esta é a burrice mais hedionda que já ouvi. O Gustavo Mavie (Michael Robinson) intitula-se de ter estudado isto e aquilo (até é “analista” político), mas continua burro. Em terra de cegos quem tem olhos é rei, dizia o outro.
Gustavo Mavie
Eu, Nini Satar, sei que o país tem as suas deficiências. Mas não aceito que pessoas que deviam formar e informar tenham lacunas do tamanho monstruoso. O Gustavo Mavie, ou Michael Robinson, vai aprender hoje comigo que para haver despronúncia tem que, antes de tudo, haver pronúncia. Eu, Nini Satar, nunca fui pronunciado em nenhum processo de raptos. Logo, não posso ser despronunciado. Elementar, meu burro Gustavo Mavie!!!!
Quanto ao processo Carlos Cardoso, que também arrola no seu artigo, o Gustavo Mavie sabe, e muito bem, quem foi o verdadeiro mandante do assassinato do jornalista. Só não quer escrever porque tem medo que lhe retirem os poucos apoios, em comida, que lhe dão. Eu não me incomodo. A História encarregar-se-á de me absolver. E o Gustavo, um lambe-botas do sistema: terá a absolvição?
Eu não dependo do sistema e nem dos raptos. Tenho a minha fortuna.
Só quem quer fazer vista grossa não se há-de recordar que antes de muitos eu era o dono das casas de câmbios mais badaladas do país. Um empresário de sucesso. até emprestava dinheiro a filho do Presidente.
ate o Casino Polana recoria a mim e na altura ficou a dever me cerca de um milhão de dolares que nunca chegou de pagar.
tudo isto foi no 2000
muito antes de começarem Raptos.
Tenho dinheiro Pra 4 Gerações Graças a Deus.
Por isso que burros, como Gustavo Mavie, por hipocrisia, associam o meu nome em tudo para terem o seu minuto de fama. Eu sou Nini Star. Brilho e muito. Gustavo Mavie, ou Michael Robinson, por mais que se esforce, jamais chegará aos meus calcanhares. Quer dinheiro? Peça!!!
Há muito que travo guerra com jornalistas de meia-tigela. Sempre acusaram e nunca provaram nada. Inventam. Fabricam. Porquê nunca apareceu um sequer que provasse que Nini Satar é isto mais aquilo? É difícil? Então não há nada a dizer.
Por último dizer a esse Gustavo Mavie que se eu tivesse qualquer processo às costas, não teria tido a minha liberdade. Fui condenado injustamente e mesmo assim cumpri. Sai legalmente. E foi legal a minha autorização para estar aqui no Reino Unido. Não fugi do país. Não tenho processo na Polícia, Procuradoria e em qualquer tribunal moçambicano. Por isso limpa a boca antes de falar do meu nome. Sou grande demais para um simples Gustavo Mavie, ou Michael Robinson o nome que usa para atacar pessoas e o seu ESTRELA. Cresçam e apareçam!!!
Nini Satar

 

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.