Os homens são mais fofoqueiros do que as mulheres, diz estudo

De acordo com um novo estudo realizado pela empresa Kaspersky Lab, os homens são mais propensos a dar detalhes da vida alheia (serem fofoqueiros) e se importam mais com a quantidade de likes que ganha nas redes, comparado as mulheres.

Os pesquisadores examinaram o uso das redes sociais com base em informações dadas pelos usuários. A análise mostrou que a maioria das pessoas usam as redes para se sentir melhor e alcançar aprovação social. Aproximadamente 24% homens se dizem preocupados com a popularidade se recebem poucos likes, contra 17% mulheres.

Em busca por curtidas, os homens se dispõe a contar mais coisas privadas(fofoca) do que as mulheres. O resultado mostrou que se tiverem certeza que postar alguma coisa embaraçosa sobre um colega de trabalho renderia muitos cliques, 14% deles o fariam, comparado com 8% delas. Se a informação for sobre o chefe, os Homens estiveram na frente com  13% contra 8% das mulheres. Agora se a notícia for sobre um amigo, 12% deles contariam, contra 6% das mulheres.

Além disso, os números são maiores para os homens em relação à disposição de postar fotos de amigos e de si mesmo bêbados e contar mentiras. Os autores da pesquisa exibem o poder das redes sociais nas relações da vida real. A pesquisa ouviu 16.750 usuários com 16 anos ou mais em 18 países, incluindo o Brasil. A amostragem de homens e mulheres que responderam foi similar.

És um fofoqueiro compulsivo? Deixe a sua resposta nos comentários, identifique  um amigo/a que é fofoqueira.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.