José Eduardo dos Santos deixará a presidência do MPLA em setembro

O MPLA aprovou esta sexta-feira a realização de um congresso extraordinário na primeira quinzena de setembro deste ano e a candidatura de João Lourenço ao cargo de presidente do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), ocupado desde 1979 por José Eduardo dos Santos.
A informação consta de uma nota enviada à agência Lusa pelo Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), no poder desde 1975, a propósito da reunião de hoje do bureau político, orientada por José Eduardo dos Santos.

“O bureau político aprovou a proposta de resolução e o cronograma de preparação e realização do 6.º Congresso Extraordinário do partido, a ter lugar na primeira quinzena de Setembro próximo e, consequentemente, aprovou a candidatura do camarada João Lourenço, atual vice-presidente, ao cargo de presidente do MPLA”, lê-se.

João Lourenço foi eleito Presidente de Angola em agosto do ano passado. Já em março deste ano, José Eduardo dos Santos tinha anunciado a realização de um congresso para “resolver” a liderança no partido, a convocar para dezembro deste ano ou Abril de 2019 (a bicefalia no partido no poder desde 1975 já vinha sido abertamente critica pelos militantes).

O ex-chefe de Estado angolano disse na mesma altura pretender envolver-se “pessoalmente” no grupo de trabalho que, ao longo de 2018, vai “preparar a estratégia” do MPLA para as primeiras eleições autárquicas no país.

Loading...

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.